De que está à procura ?

reinounido
Lisboa
Porto
Londres, Reino Unido
Motores

Dylan Pereira “traído” no Mónaco

O lusodescendente fez tudo para conseguir um bom resultado mas foi traído pelos famosos ressaltos do circuito de Monte Carlo. A segunda corrida da Porsche Mobil 1 Supercup 2019 teve lugar este fim-de-semana em Monte Carlo, no Mónaco. Este é um dos pontos altos do campeonato, quer pelo glamour do paddock e do ambiente que se vive, quer pelas características do circuito.

Em Monte Carlo, as ruas estreitas e apertadas do Principado são transformadas num circuito traiçoeiro, que não permite erros.

Dylan Pereira começou os treinos cronometrados com o asfalto ainda húmido, sabendo que as voltas mais rápidas seriam realizadas no final da sessão. A sete minutos do fim fez a volta mais rápida da qualificação, mas os adversários também estavam cada vez mais rápidos. Dois minutos antes do final dos treinos cronometrados, as bandeiras vermelhas colocaram um ponto final antecipado na sessão e o lusodescendente não teve oportunidade de realizar mais voltas.

Na corrida, Dylan Pereira saiu do 5.º lugar da grelha de partida, fez um bom arranque, mas na discussão da primeira curva, que é muito difícil, abrandou para não bater no carro da frente, facto que foi aproveitado pelos dois pilotos que vinham atrás.

Durante a prova fez parte do grupo que lutava pelo 3.º lugar, conseguindo, volta após volta, realizar melhores tempos.

No entanto, na décima primeira volta, ao entrar na primeira curva do circuito, o ressalto da pista levou-o a tocar no rail, danificando o seu Porsche 911 GT3 Cup, impedindo o piloto da Momo Megatron Lechner Racing de continuar a corrida.

Dylan Pereira sem sorte neste arranque de campeonato, em comunicado emitido este domingo promete regressar em força para discutir os melhores lugares da 5.ª e da 6.ª corridas da Porsche Carrera Cup Alemanha, que vão decorrer no Red Bull Ring, na Áustria, entre 7 e 9 de junho.