De que está à procura ?

reinounido
Lisboa
Porto
Londres, Reino Unido
Lifestyle

Artistas portugueses levam reflexão sobre a tecnologia ao Uruguai

Os artistas portugueses Diogo da Cruz e Henrique Loja vão participar na exposição de artes visuais “Nano Revolutions”, que vai ser inaugurada no dia 25 de julho, no Uruguai, anunciou o curador Henrique Menezes.

No Espacio de Arte Contemporánea, Diogo da Cruz vai apresentar um vídeo sobre uma perseguição feita por um ‘drone’, que se sobrepõe aos efeitos provocados por uma ferramenta de monitorização, explica no comunicado.

Esta “asfixia”, como descreve, “faz com que surjam desabafos como ‘estamos dececionados com o fracasso da arte na resolução dos problemas que a sociedade enfrenta’”.

Na mostra, “mais do que atitudes, expõem-se comportamentos”, a partir de obras que exploram a tecnologia numa perspetiva humana que procura ignorar a própria máquina.

“’Nano Revolutions’ não é uma exposição sobre o mundo digital em que vivemos nem uma mostra de arte pós-internet ou de ciberativismo”, explica o curador.

Aos portugueses, juntam-se os artistas brasileiros Carolina Marostica, João GG, Julha Franz, Lu Rabello, Raquel Magalhães, Raul Dotto Rosa e a artista Michaela Putz, proveniente da Áustria.

Com a presença de artistas nascidos depois da década de 1980, esta exposição “testemunha revoluções anti-heroicas de uma geração indiferente a utopias globais ou grandes narrativas: são sentimentos tão internos que carregam, subtilmente, o poder de provocar insurreições”, explica o curador.

“Nano Revolutions” estará patente na sala Arsenal Grande, do Espacio de Arte Comtemporánea, em Montevideu, no Uruguai, até ao dia 17 de novembro.