De que está à procura ?

reinounido
Lisboa
Porto
Londres, Reino Unido
Mundo

Vinte empresas portuguesas na maior feira de Cabo Verde

Mais de duas dezenas de empresas portuguesas vão participar na 21.ª edição da Feira Internacional de Cabo Verde (FIC), que este ano decorre de 15 a 19 de novembro, no Mindelo, ilha cabo-verdiana de São Vicente.

A missão empresarial é organizada pela Fundação AIP e prevê, além da participação na maior feira do país, uma paragem de dois dias na ilha de Santiago para a dinamização de atividades de cooperação económica entre as empresas portuguesas e cabo-verdianas, segundo informação avançada pela Fundação AIP.

A missão estará na cidade da Praia, na segunda e na terça-feira, para contactos entre empresários de Portugal e Cabo Verde.

“Esta iniciativa que antecede a presença na FIC tem como objetivo o fomento e a cooperação entre empresas portuguesas que desenvolvam ou pretendam desenvolver uma abordagem aos mercados externos, através do desenvolvimento de uma rede de parceiros, de partilha de informação e experiências […] que estimulem a internacionalização”, adianta nota da organização.

A presença portuguesa incluirá empresas dos setores metalúrgico e eletromecânico, produtos elétricos, tecnologias de informação, produtos agropecuários, equipamentos de imagiologia médica, distribuição de produtos e medicamentos, equipamentos de saúde, revestimentos e pavimentos, retalho tradicional, instrumentos musicais e equipamentos de áudio, restauração e hotelaria ou construção e reparação naval, entre outros.

A FIC – Feira Internacional de Cabo Verde, este ano sob o lema “Cabo Verde, o Hub para a África Ocidental”, é inaugurada na quarta-feira, pelo primeiro-ministro de Cabo Verde, Ulisses Correia e Silva, e as empresas portuguesas estarão integradas no Pavilhão de Portugal.

A Fundação AIP assinala a “dimensão internacional” da FIC, considerando que “representa uma excelente plataforma de intercâmbio comercial para toda a Comunidade Económica dos Estados da África Ocidental – CEDEAO, que conta com mais de 230 milhões de consumidores”.

A edição do ano passado da feira decorreu na cidade da Praia, ilha de Santiago, tendo contado também com uma missão de empresas organizada pela Associação Industrial Portuguesa (AIP), através da Lisboa – Feiras, Congressos e Eventos (Lisboa-FCE).

Além desta missão, em 2016, participaram também outras associações portuguesas, nomeadamente regionais, e empresários a título individual, num total de mais de 40 empresas participantes.

A edição anterior reuniu 118 expositores, com 230 stands,70% dos quais de empresas cabo-verdianas e os restantes provenientes da Europa, Estados Unidos, países lusófonos e Comunidade Económica dos Estados da África Ocidental (CEDEAO).

Mais de dez mil visitantes passaram pela feira, segundo a organização.