De que está à procura ?

reinounido
Lisboa
Porto
Londres, Reino Unido
Portugal

Turista morreu após queda em percurso pedestre na Calheta

Um turista com cerca de 70 anos morreu este sábado na sequência de uma queda quando fazia o percurso pedestre das 25 Fontes, no concelho da Calheta, na Madeira, disse fonte dos bombeiros da localidade.

De acordo com o comandante Jacinto Serrão, o homem terá caído de uma altura considerável e quando a equipa de resgate chegou ao local “já estava cadáver”.

“Neste momento [19:10] estamos a transportá-lo para a estrada para o delegado de Saúde declarar o óbito”, adiantou o responsável daquela corporação na zona oeste da ilha da Madeira.

Ainda referiu que o homem, de nacionalidade francesa, efetuava aquela “levada” (percurso pedestre na Madeira) na companhia de cinco familiares, incluindo a esposa e filhos.

Na operação de resgate, que demorou mais de quatro horas, estiveram envolvidos 20 elementos dos Bombeiros da Calheta, incluindo a equipa de resgate de montanha, mencionou.

No passado dia 01 de abril, um outro turista com cerca de 70 anos morreu ao cair de uma altura entre os 40 e os 50 metros nesta mesma levada, a do Rabaçal – 25 Fontes.

Esta Levada Rabaçal – 25 Fontes, com ramificações para a levada do Risco e para a Lagoa do Vento, é muito procurada por turistas e locais por ‘serpentear’ uma zona de vegetação, com manchas de Floresta Laurissilva classificada de Património Natural Mundial pela UNESCO, tendo no final uma lagoa alimentada por água de 25 nascentes.

O percurso, de nove quilómetros (ida e volta), é considerado fácil e desenvolve-se a 1.000 metros de altitude a partir do maior planalto da Madeira, o Paúl da Serra.

Levadas são aquedutos que ‘serpenteiam’ a zona interior da ilha da Madeira e que transportam água do norte para o sul, acompanhadas de esplanadas que servem de circulação pedestre.