De que está à procura ?

reinounido
Lisboa
Porto
Londres, Reino Unido
Mundo

Receita do Papa para a Páscoa: jejum de coscuvilhices

O Papa recomendou hoje no Vaticano um jejum de “coscuvilhices e maledicências”, como forma de preparação para a Páscoa.

“Aconselho-vos um jejum, um jejum que não deixará fome: jejuar de coscuvilhices e maledicências”, disse, após a recitação da oração do ângelus, no segundo domingo da Quaresma.

Francisco falava desde a janela do apartamento pontifício, para centenas de pessoas reunidas na Praça de São Pedro.

“Nesta Quaresma, não vou falar mal dos outros, não vou coscuvilhar. E isso podemos fazê-lo todos, todos, é um bonito jejum, este”, apelou.

O Papa recomendou também ler todos os dias uma passagem dos Evangelhos, tendo uma edição de bolso, na mala, e lendo um pouco, “quando for possível”.

“Isso faz abrir o coração ao Senhor”, declarou.

Na sua reflexão dominical, Francisco tinha falado na importância de manter a confiança em Deus, nas provações da vida, nos “momentos de escuridão na vida pessoal, familiar ou social”.

“O Senhor ressuscitou e não permite que as trevas tenham a última palavra”, indicou.

O Papa falou da fé como uma luz que “ilumina em profundidade o mistério da vida”.

“Acender pequenas luzes no coração das pessoas, ser pequenas lâmpadas do Evangelho que trazem um pouco de amor e esperança: esta é a missão do cristão”, apontou.