De que está à procura ?

Motores

Porsche entra a fundo na bolsa de Frankfurt

© DR

A Porsche entrou com sucesso na bolsa de Frankfurt e encaixou 9.400 milhões de euros, o maior negócio de ações europeu em mais de uma década.

O preço das ações da Porsche postas à venda subiu para 84 euros, acima do preço inicial de 82,50 euros, quando foi cotada pela primeira vez às 08h15 em Lisboa, avaliando o grupo Porsche em mais de 76.000 milhões de euros, apesar da atual situação tensa nos mercados bolsistas europeus.

Ao mesmo tempo, o DAX 30 na Bolsa de Frankfurt, principal índice de referência, caiu 0,8% para 12.085 pontos.

“É impressionante que uma entrada desta dimensão possa ser alcançada numa altura como esta”, disse Thomas Altmann da QC Partners Trust, citado pela Efe.

O diretor financeiro da VW, Arno Anlitz, mostrou-se satisfeito com a forma como decorreu a operação.

“Estamos satisfeitos por termos sido capazes de realizar a operação com êxito”, disse.

De acordo com Antlitz, a elevada procura das ações mostra a confiança que os investidores têm na Porsche.

A entrada em bolsa dará à Porsche uma maior independência empresarial.

Para a VW, por outro lado, as receitas da entrada em bolsa dar-lhe-ão mais flexibilidade na transição para a eletromobilidade e a transformação digital.

A empresa-mãe Porsche SE, controlada pelas famílias Piech e Porsche, recebe 25% das ações e uma ação adicional, dando-lhe poder de veto e uma forte influência nas decisões da empresa.

Cerca de 49% das receitas deverão ser recebidas pelos acionistas da VW, o que deverá ser aprovado por uma assembleia de acionistas em dezembro.

Além disso, estão previstos bónus especiais para os empregados. A VW refere 2.000 euros por empregado e a Porsche ainda não fixou qualquer valor.

TÓPICOS