De que está à procura ?

reinounido
Lisboa
Porto
Londres, Reino Unido
Lifestyle

Passadiços do Paiva são melhor atração de aventura do mundo

Os Passadiços do Paiva, um projeto do município de Arouca, já tinham arrecadado quatro distinções nos World Travel Awards, os prémios do turismo: o de Melhor Projeto Europeu de Desenvolvimento Turístico, em 2016, 2017 e 2018; e o de Melhor Atração Turística Europeia de Aventura, também neste ano. Agora volta a repetir este último, na gala que decorreu esta noite, no Pátio da Galé e que deu a Portugal vários galardões, entre os quais de melhor destino do mundo.

A infraestrutura, que oferece paisagens ricas em beleza e biodiversidade, junto ao rio, está integrada no Arouca Geopark, um território com 328 quilómetros quadrados, reconhecido pela UNESCO como Património Geológico da Humanidade.

O Arouca Geopark tem 41 geossítios – sítios de interesse geológico – classificados, e só nos Passadiços do Paiva encontram-se cinco: a Garganta do Paiva, a Cascata das Aguieiras, a Praia Fluvial do Vau, a Gola do Salto e a Falha da Espiunca.

O percurso, entre Areinho e Espiunca, tem declives acentuados, escadas e troços de terra batida. A caminhada pode começar em qualquer das extremidades dos passadiços de madeira, ou a meio, no Vau, embora o esforço físico seja menor partindo da praia fluvial do Areinho. São precisas cerca de três horas para percorrer um sentido.

Os Passadiços do Paiva têm várias distinções na bagagem. Recentemente, receberam o Prémio Guarda-Rios 2018, atribuído pela organização ambientalista GEOTA – Grupo de Estudos de Ordenamento do Território e do Ambiente; e a Medalha de Mérito Turístico – Menção Honrosa, do Turismo de Portugal.