De que está à procura ?

Colunistas

Notas sobre o emprego em Portugal e Espanha

A União Europeia tem presentemente 12 milhões de desempregados e 4 milhões de vagas por preencher.

O número de vagas por preencher na União Europeia tem vindo a aumentar nos últimos 10 anos e é presentemente de 2.8%.

O mercado de emprego de Portugal e Espanha caracteriza-se pelo elevado desemprego jovem e dos profissionais com +50 anos.

Nas economias ibéricas há uma enorme desadequação entre as qualificações dos trabalhadores disponíveis e as necessidades das empresas.

Portugal e Espanha são dos países mais envelhecidos do mundo. Os maiores de 50 anos serão o grosso da sua força laboral nos próximos 10 anos.

Portugal e Espanha têm muitas vagas para quadros com perfis técnico-profissionais nos setores: Tecnológico, Indústria, Construção, …

Tecnologias: Faltam programadores, project managers de IT, cibersegurança, arquitetos de sistemas, administradores de bases de dados, engenheiros de redes, …

Indústria: Faltam técnicos de robótica, soldadores, fresadores, torneiros mecânicos, …

Hotelaria: Faltam cozinheiros, empregados de mesa, …

Construção: Faltam pedreiros, técnicos de cofragens, encarregados gerais, gruístas, …  

Há muitas oportunidades de emprego em Portugal em áreas de vanguarda:

  • Tecnologias disruptivas: cloud computing, impressão 3D …
  • Inteligência Artificial
  • Marketing Digital
  • Comércio Digital
  • Robotização, Digitalização …

Portugal é cada vez mais um hub de referência para startups a nível europeu:  

  • Mão de obra formada em universidades portuguesas de renome internacional
  • Bom domínio de línguas estrangeiras
  • Ótimas infraestruturas (comunicações, hospitais, escolas, universidades, …)
  • Um crescente Nº de incubadoras de startups
  • Sistema fiscal atrativo

O nosso país é hoje um dos principais destinos turísticos do mundo pela sua história, praias espetaculares, clima ameno, elevados níveis de segurança e de padrões de vida com custos acessíveis, que fazem de Portugal um local de eleição para um crescente nº de cidadãos estrangeiros.

Portugal tem muita apetência por investidores que aportem dinheiro e know-how a muitos dos negócios que têm vindo a ser criados nos últimos, em especial aos de muitas startups.

Portugal é um país atraente para um crescente Nº de cidadãos estrangeiros, que estabelecem aqui a sua residência permanente, em especial para Franceses, Brasileiros e Britânicos, sendo já considerado a Florida da Europa e um Eldorado para reformados estrangeiros:

  • Beneficios fiscais
  • Custos de vida quando comparados com o resto da europa
  • Clima agradável
  • População acolhedora
  • País atraente
  • Sistema de saúde eficaz
  • Sentimento de segurança
  • Ampla gama de serviços públicos de qualidade (escolas, universidades, centros comerciais, recintos desportivos e de espetáculos, …)
  • Inúmeros eventos internacionais  

70% dos cidadãos dos EUA que perderam o emprego durante a pandemia tinham +55 anos e no Reino Unido a taxa de emprego dos profissionais com +50 anos caiu o dobro do que a dos profissionais entre os 25 e 49 anos.

Problemas macroeconómicos com que se deparam as economias europeias:

  • Escalada da inflação
  • Subida das taxas de juro
  • Aumento dos preços da energia
  • Escassez e aumento dos preços das matérias-primas
  • Redução do poder de compra
  • Desaceleração das taxas de crescimento das economias e preocupação com cenários recessivos

Portugal continua a receber um crescente Nº de Shared Services de multinacionais dos setores Tecnológico, Farmacêutico, Banca, Indústria, Aviação, …

Alguns Shared Services de renome: Accenture, Cisco, Bosch, Airbus, Europcar, BNP Paribas, …

Tendências do mercado de emprego no sul da europa:

  • + Feminino
  • + Envelhecido
  • + Cosmopolita
  • + Tecnológico
  • + Precário
  • + Flexível
  • + Híbrido e Remoto

A pandemia acelerou a transformação do mercado de trabalho:

  • Maior concorrência profissional com o trabalho remoto e híbrido
  • Trabalho por projetos e maior rotação profissional
  • Necessidade de reciclagem permanente
  • Surgimento de novas profissões

Vivemos numa era de desglobalização industrial e ao mesmo tempo num crescente processo deglobalização do mercado de emprego

A pandemia acelerou a transformação do mercado laboral na europa:

  • Necessidade reskilling e upskilling permanente dos trabalhadores
  • +50% da força laboral terá que se reciclar até 2030
  • Um vasto nº de empregos correm o risco de ser perdidos ao longo da próxima década p’ crescente processo de automatização e digitalização dos negócios
  • As Tecnologias estão a automatizar 50% das tarefas da população laboral
  • A Robótica e a Inteligência Artificial estão a transformar o dia-a-dia das empresas

O setor hoteleiro em Portugal e Espanha estão com níveis de ocupação similares às de 2019 – o melhor ano turístico de sempre, contudo com taxas de rentabilidade bastante inferiores devido ao aumento dos custos energéticos, de fornecimentos e dos custos laborais. 

Um trabalhador sénior com a experiência e capacidade de se atualizar em permanência é um super-profissional porque goza do melhor dos dois mundos, em especial quando o consumo sénior gera +25% do PIB na Europa. 

Hoje um profissional com 60 anos poderá estar na plenitude das suas capacidades e a exercer as funções mais complexas que alguma vez já teve.

Jorge M. Fonseca

Partner GEORGE Executive Advisors

Address: Rua Alfredo Mesquita, 3 – 1ºA   1600-922 Lisbon, Portugal

Mobile/ WhatsApp: (+351) 961 355 424

Email: 

www.george.pt

CAREER CHANGE

“Career Change – get prepared for the second round …!”

Esta publicação é da responsabilidade exclusiva do seu autor.

TÓPICOS