De que está à procura ?

Comunidades

Luxemburgo no centro da campanha para as legislativas

Partido Socialista, Aliança e Volt Portugal escolheram este fim-de-semana o grão-ducado para fazer campanha para as legislativas com presenças dos cabeças de lista pela Europa para encontros com a comunidade portuguesa.

Paulo Pisco, deputado em exercício e cabeça de lista pelos socialistas na Europa, foi o primeiro a chegar ao Luxemburgo, tendo-se avistado com militantes e simpatizantes do PS.

Na sexta-feira, o parlamentar avistou-se com um dirigente dos socialistas luxemburgueses, a presidente da Associação para o Desenvolvimento e Intervenção Educativa, o proprietário da empresa de construção Sopinor, além de ter visitado várias lojas de portugueses em Esch, no sul do país.

O deputado do PS seguiu para Bruxelas onde passou um dia, seguindo depois para Paris. Paulo Pisco, habituado a viajar para se avistar com as comunidades portuguesas, é aliás o cabeça de lista que mais quilómetros fez desde o início da campanha.

A candidata do Aliança pelo Círculo da Europa, Ossanda Liber, que é também vice-presidente do partido, deslocou-se ao Luxemburgo dada a concentração da comunidade portuguesa. Em comunicado, o partido explica que “dispersão das Comunidades em distintos países, regiões e localidades, a existência de idiomas oficiais distintos e a imensa área geográfica que englobam os círculos eleitorais fora de Portugal, a que que se soma a quase inexistência de meios de comunicação em língua portuguesa de alcance transnacional, tornam a apresentação dos programas uma dificuldade que todos conhecemos. Este ano, a antecipação das eleições e o curto espaço de tempo da pré-campanha, com as dificuldades de deslocação internacional, dificultam ainda mais este trabalho”.

Ossanda Liber escolheu assim o Luxemburgo, dedicando o domingo, dia 22, a contactos com a comunidade e os órgãos de comunicação social da diáspora. Em Differdange, no sul do país, a candidata encontrou-se com os portugueses, tendo depois participado num almoço em Pétange.

O Volt Portugal, o partido europeísta, escolheu a via digital para chegar às comunidades. Nos últimos dias, os candidatos do partido que concorre pela primeira vez pelas comunidades, dedicou várias sessões online – a partir de Bruxelas – procurando chegar à diáspora na Europa, para além de ações de rua na Bélgica.

Duarte Costa, cabeça de lista, esteve no Luxemburgo para ir “ao encontro da comunidade portuguesa”, para dar conhecer o Volt e as propostas para a diáspora, “para apelar ao voto para quem ainda não votou e para ouvir e conhecer as preocupações desta comunidade”.

O Volt Portugal escolheu Bonnevoie, um dos bairros mais portugueses da cidade do Luxemburgo. Os candidatos avistaram-se com João Verdades, conselheiro das comunidades eleito pelo Luxemburgo.

TÓPICOS