De que está à procura ?

Comunidades

Lusodescendente e antiga conselheira comunal na Bélgica morreu aos 43 anos

A lusodescendente e antiga conselheira comunal na Bélgica Alexandra Monteiro Barreto morreu no sábado aos 43 anos, confirmou hoje à agência Lusa o conselheiro das comunidades portuguesas na Bélgica, Pedro Rupio, que afirmou desconhecer as causas da morte.

A notícia da morte da antiga conselheira, filha de mãe belga e de pai luso-cabo-verdiano, foi avançada inicialmente no sábado pelo líder dos socialistas de Bruxelas, Ahmed Laaouej.

Alexandra Monteiro Barreto, natural de Liège, Bélgica, onde nasceu em 16 de dezembro de 1977, desempenhava atualmente o cargo de diretora do departamento de demografia da cidade de Bruxelas.

Alexandra Barreto foi uma das primeiras lusodescendentes a ser eleita numa das 19 comunas da região de Bruxelas-Capital, em 2006.

Com apenas 28 anos, a lusodescendente foi eleita conselheira comunal em Woluwé-Saint-Lambert, função que desempenhou até 2012. 

Alexandra Barreto também foi candidata às eleições legislativas belgas de 2007, mais precisamente para o Senado, como terceira suplente na lista do Partido Socialista francófono belga.

TÓPICOS