De que está à procura ?

reinounido
Lisboa
Porto
Londres, Reino Unido
Mundo

Governo libanês revelou causa da explosão em Beirute

Cerca de 2.750 toneladas de nitrato de amónio estavam armazenadas no depósito do porto de Beirute que explodiu esta terça-feira, fazendo pelo menos 70 mortos e mais de 3.700 feridos, revelou o primeiro-ministro libanês, Hassan Diab.

“É inadmissível que um carregamento de nitrato de amónio, estimado em 2.750 toneladas, estivesse há seis anos num armazém, sem medidas de precaução. É inaceitável e não podemos calar-nos sobre esta questão”, disse o primeiro-ministrodurante a reunião do Conselho Superior de Defesa, segundo relato de um porta-voz em conferência de imprensa.

O nitrato de amónio é um fertilizante químico e também é um componente de explosivos.

As duas enormes explosões no porto de Beirute fizeram hoje pelo menos 70 mortos e 3.700 feridos e provocaram cenas de devastação na capital libanesa.

“Não vamos descansar enquanto não encontrarmos o responsável pelo que se passou, para que ele preste contas”, prometeu o primeiro-ministro.

Até ao momento não são conhecidos portugueses entre as vítimas.