De que está à procura ?

Lifestyle

Gosta dos mercados de Natal alemães? Este artigo é para si

© DR

Milhares de mercados de Natal animam a Alemanha por estes dias, conferindo um ambiente único a aldeias, vilas e cidades. Trata-se de um período realmente especial e, por isso, uma excelente ocasião para visitar o país, conhecer as tradições e provar as deliciosas iguarias típicas. Eis cinco destinos, servidos por voos diretos, onde poderá viver a magia do Natal alemão.

BERLIM

É o destino perfeito para quem gosta de mercados de Natal dada a diversidade e grandiosidade da oferta: há mais de 70 e de todos os tamanhos e feitos!

Um dos mais conhecidos é o da Gendarmenmarkt, que atrai visitantes de todo o mundo (mais de 600 mil por ano) pelos seus artesãos, as delícias gourmet, os concertos e outros espetáculos diários. Este ano decorre na vizinha Bebelplatz (devido a obras de reabilitação da praça), começou a 21 de novembro e termina a 31 de dezembro com uma festa de passagem de ano.

Já o bairro de Spandau acolhe o maior mercado tradicional de Natal de Berlim (de 21 de novembro a 23 de dezembro). Durante a semana, há cerca de 250 barraquinhas de madeira onde artistas, artesãos e outros expositores apresentam produtos de vários continentes mas esse número chega a atingir as 400 aos fins de semana.

Um mercado digno da realeza é o que decorre no Charlottenburg Palace (de 21 de novembro a 26 de dezembro). Mais de 250 expositores internacionais encantam os numerosos visitantes com artesanato tradicional e todo o tipo de doces e outras iguarias culinárias. As crianças ficam encantadas com os carrosséis e podem ouvir histórias na “tenda de contos de fadas” e fazer os seus próprios presentes de Natal na “tenda de artesanato”.

Além dos múltiplos mercados, Berlim destaca-se pela muita animação natalícia: o Tierpark, por exemplo, ilumina-se com cerca de 30 instalações luminosas e um ringue de patinagem de 320 metros quadrados garante diversão a toda a família (de 18 de novembro a 15 de janeiro).

www.visitberlin.de

MUNIQUE

Na tarde de 21 de novembro foi inaugurado, com a devida pompa e circunstância, o Christkindlmarkt, o mercado de Natal na belíssima Marienplatz, coração de Munique: acenderam-se as luzes de uma enorme árvore que normalmente atinge os 30 metros de altura. É o mercado original da cidade, remontando ao século XIV.

Na cidade da Oktoberfest, a bebida preferida passa a ser o vinho quente mas não faltam salsichas grelhadas para provar e doces da época como os biscoitos “Pfeffernüsse” e o bolo “Magenbrot”. O programa das festas inclui música: até 24 de dezembro, solistas, coros e bandas atuarão todos os dias na varanda da Câmara Municipal.

E há mais mercados natalícios para conhecer, incluindo um medieval, na Wittelsbacherplatz (de 21 de novembro a 23 de dezembro). Aqui os comerciantes vestem trajes da época e os artesãos demonstram ofícios antigos. Até a oferta gastronómica ajuda a viajar no tempo, com as saborosas salsichas a serem grelhadas numa fogueira. Para acompanhar, há vinho quente preparado de acordo com receitas tradicionais.

De visita à cidade, vale a pena fazer um passeio até Werksviertel-Mitte, um bairro que está a crescer numa antiga zona industrial de 40 hectares, junto à estação de comboio Ostbahnhof. Fica aqui o hotel mais alto de Munique, Adina, com 86 metros, e uma roda gigante oferece uma ampla vista que se estende até aos Alpes.

www.munich.travel

ESTUGARDA

O Mercado de Natal deste ano inaugura na quarta-feira 23 de novembro, às 18 horas, no pátio do Palácio Antigo, e decorre até 23 de dezembro. Com uma tradição com mais de três séculos, é um dos mais antigos e maiores da Europa e considerado um dos mais bonitos da Alemanha.

Atraindo habitualmente mais de 3,5 milhões de visitantes, destaca-se pelo esmero com que 300 barraquinhas, que vendem desde brinquedos de madeira a bijutaria, são decoradas. E, claro, há especialidades típicas para provar (como o bolo com frutas “Hutzelbrot”), muitos concertos para assistir e atividades para as crianças, que aqui podem fazer os seus próprios biscoitos natalícios ou até velas para oferecer à família.

O programa das festas em Estugarda inclui o “Jardim de Natal”: desde 17 de novembro e até a 15 de janeiro, o jardim botânico e zoológico Wilhelma transforma-se num cenário de contos de fadas com instalações luminosas e efeitos audiovisuais (num interessante projecto que também está disponível noutras cidades como Dresden, Hanôver ou Colónia).

A poucos quilómetros, em Ludwigsburg, realiza-se o Mercado de Natal Barroco, que merece igualmente uma visita, tal como o seu famoso Palácio com 452 divisões e jardins magníficos. Tem lugar de 22 de novembro a 22 de dezembro e conta com mais de 180 bancas. A não perder especialidades como “Holzofendinnede” – uma iguaria semelhante à tarte flambée, cozida em forno a lenha.

www.stuttgart-tourist.de

HAMBURGO

Um mercado que é sobrevoado pelo próprio Pai Natal no seu trenó? Existe, é o mais famoso de Hamburgo, e estes “voos”, três por noite, constituem uma das suas principais atrações. Tem lugar na praça da Rathaus (ou Câmara Municipal) e decorre de 21 de novembro a 23 de dezembro. Dezenas de barraquinhas vendem artesanato em madeira, cerâmica, vidro e bijutaria, por exemplo, feitos por artistas vindos de todo o país, e não faltam petiscos típicos da época e vinho quente, como não poderia deixar de ser.

De entre a cerca de dezena e meia de mercados que animam a cidade nesta época do ano pode destacar-se também o Santa Pauli, na Reeperbahn, zona conhecida pelos seus clubes noturnos: no Natal mantém-se a tradição e há shows de strip tease, além de atuações de bandas num ambiente de festa. Teve início a 14 de novembro e vai prolongar-se até 23 de dezembro.

Outros mercados a não perder são o que tem lugar ao longo da elegante avenida Jungfernstieg, no lago Binnenalster (até 29 de dezembro); o localizado em frente à igreja de S. Markus, onde se vendem apenas produtos de comércio justo e o vinho quente é orgânico (de 24 de novembro a 22 de dezembro); ou o de Altona-Ottensen, este mais pequenino, com cerca de 40 barraquinhas de madeira, mas bastante diversificado, considerado um dos mais autênticos e especialmente atrativo para famílias (de 21 de novembro a 23 de dezembro).

Seja qual for o plano de visita escolhido, o encantamento é garantido: é que a segunda maior cidade alemã, com milhares de luzes a refletirem-se no rio Elba, no seu afluente Alster e nos canais, ganha nesta altura uma aura verdadeiramente mágica.

www.hamburg-travel.com

NUREMBERGA

Se há coisa que fica na memória é o aroma que paira no ar no Christkindlesmarkt, um dos mais conhecidos mercados de Natal da Alemanha e com uma longa história pois realiza-se desde o século XVI.

Uma jovem entre os 16 e 19 anos, eleita a cada biénio para assumir o papel do principal símbolo do Natal, a Christkind encarrega-se da cerimónia de abertura, evento que atrai turistas de todo o mundo. Acontece a 25 de novembro e o mercado prolonga-se até 24 de dezembro na bonita praça Hauptmarkt, na qual se destacam a igreja gótica Frauenkirche (ou de Nossa Senhora) e a fonte Schöner Brunnen, com 40 figuras de pedra e quase 20 metros de altura.

O tal aroma inesquecível provém das iguarias à venda, como as famosíssimas salsichas de Nuremberga, cuja confeção obedece a uma receita com mais de sete séculos e que até define o seu peso (25 gramas) e o tamanho (oito centímetros). São mesmo deliciosas, tal como as bolachinhas “Lebkuchen”, verdadeiramente a não perder.

Além destas tentações gastronómicas, nas 180 barraquinhas do mercado, tradicionalmente cobertas com um toldo às riscas vermelhas e brancas, vende-se artesanato, brinquedos, típicas decorações para a árvore de Natal e muito mais. Paralelamente, numa praça vizinha realiza-se um mercado das “Cidades Irmãs” (como Glasgow, Kharkiv e Atlanta, num total de 14) que oferece produtos e especialidades de países europeus e de outros continentes.

Concertos em igrejas e muitos outros eventos animam este período natalício na cidade, com destaque para um que remonta a 1948: quase 2.000 crianças participam num desfile com lanternas, as luzes simbolizando o desejo de paz e alegria para o Natal que se avizinha. Terá lugar a 8 de dezembro.

www.tourismus.nuernberg.de

TÓPICOS