De que está à procura ?

Lifestyle

Filme “Nação Valente” no Festival de Cinema de Sevilha

© DR

O filme “Nação Valente”, do realizador luso-angolano Carlos Conceição, foi selecionado para o Festival de Cinema Europeu de Sevilha, a decorrer em novembro, em Espanha.

O filme de Carlos Conceição estará na secção “Novas Vagas”, apostada em novos realizadores e no cinema “mais inconformista”, com o festival a sublinhar que o cinema português é “um movimento particularmente vivo, livre e fértil no contexto europeu”.

Este será um regresso de Carlos Conceição a um festival onde, em 2020, venceu o prémio de melhor realização de uma primeira obra europeia com “Um fio de baba escarlate”.

“Nação Valente”, segunda longa-metragem do realizador luso-angolano Carlos Conceição, reflete sobre o fim do colonialismo português e os traumas do pós-guerra.

A história passa-se em dois momentos temporais, já no final da guerra colonial, cruzando duas realidades: a de grupos independentistas, que reclamam os seus territórios, e a de militares portugueses, ancorados ainda nos ideais nacionalistas de defesa da Pátria.

“Interessou-me sempre, de um ponto de vista cinematográfico, uma história que se passasse num tempo de guerra e num contexto de uma guerra que nós associamos a uma história muito recente de Portugal”, explicou o realizador em entrevista à Lusa, em agosto, dias antes da apresentação do filme no Festival de Locarno, na Suíça.

Em Locarno, Carlos Conceição arrecadou os prémios do Júri Jovem e Europa Cinemas.

“Nação Valente” é uma coprodução entre Portugal, Angola e França, e conta com atores como João Arrais, Anabela Moreira, Gustavo Sumpta e Leonor Silveira.

#portugalpositivo

TÓPICOS