De que está à procura ?

reinounido
Lisboa
Porto
Londres, Reino Unido
Comunidades

Eleições no Conselho das Comunidades na Ásia e Oceania

A comendadora Rita Santos, responsável pelo Circulo China, Macau e Hong Kong, foi reeleita presidente do Conselho Regional do Conselho das Comunidades Portuguesas da Ásia e Oceania, foi anunciado.

A reeleição de Rita Santos, que decorreu no âmbito da reunião anual do Conselho Regional da Ásia e da Oceania das Comunidades Portuguesas, na embaixada de Portugal em Pequim, foi decidida por unanimidade, de acordo com um comunicado.

Na votação foi eleita também a vice-presidente, Sílvia Renda (círculo de Sydney), o secretário, Armando Jesus (China, Macau e Hong Kong) e os membros José Pereira Coutinho (China, Macau e Hong Kong) e Melissa Silva (Melbourne).

Numa “reunião prolongada” com o embaixador português em Pequim, José Augusto Duarte, os conselheiros discutiram vários assuntos relacionados com as comunidades portuguesas na Ásia e na China, segundo o mesmo comunicado.

“Foram passadas em revista matérias relacionadas com o bem-estar das comunidades, o emprego, a educação e assuntos de natureza consular”, lê-se na nota do gabinete dos Conselheiros das Comunidades Portuguesas.

Na segunda-feira, José Pereira Coutinho apelou a Marcelo Rebelo de Sousa que fique mais tempo em Macau, durante a sua próxima visita oficial à China, para “satisfazer as aspirações” dos portugueses ali residentes.

“É pouco, muito pouco”, disse à agência Lusa, em Pequim, à margem da reunião de dois dias.

A estada do Presidente da República em Macau está previsto durar 24 horas, durante a visita de uma semana à China, no final deste mês, e que inclui ainda Pequim e Xangai.

Por seu lado, Sílvia Renda pediu um reforço da agenda cultural e ensino do português, apontando dificuldades em aproximar a juventude da comunidade e cultura portuguesas.

“Tem que haver uma política forte para os aproximar da cultura e da língua”, disse.

Durante a reunião foi também discutido o programa do encontro do Conselho Permanente do Conselho das Comunidades Portuguesas, marcado para 28 e 29 de maio próximo, em Lisboa.

O Conselho das Comunidades Portuguesas tem atualmente 65 membros. O Brasil é o país que elegeu mais conselheiros, 13 no total, seguido por França, com dez conselheiros, Estados Unidos (sete), Venezuela (seis) e Alemanha, África do Sul e Suíça, com quatro cada.

O conselho reúne-se anualmente em Lisboa e é o órgão consultivo do Governo para as políticas relativas à emigração, competindo-lhe, em geral, emitir pareceres, produzir informações e formular propostas e recomendações sobre as matérias que respeitem aos portugueses residentes no estrangeiro e ao desenvolvimento da presença portuguesa no mundo.