De que está à procura ?

Comunidades

Conhece Sílvia Azevedo?

Sílvia é natural do Porto e vive atualmente no Dubai. No Instagram pode segui-la aqui: @m_i_ss_portugal

Portugal para Sílvia significa casa, liberdade e felicidade. Desde que emigrou que se apercebeu do pequeno paraíso que Portugal é e do seu desejo de regressar um dia e constituir família.

“Ser português no estrangeiro não é fácil, principalmente no país onde vive”, diz Sílvia que foi criada com toda a liberdade de mente possível. Ser português no estrangeiro é ser positivo, alegre e sempre pronto para novos desafios. Acrescenta: “Nada nos assusta, quem não arrisca não petisca, né??”

O local preferido de Sílvia Azevedo é Seixo Alvo. Provavelmente a maioria das pessoas nunca ouviu falar, mas é o lugar onde cresceu, faz parte do distrito do Porto e por isso mesmo adora o Porto. Em Seixo Alvo é onde está toda a família e é para onde quer voltar um dia mais tarde. É onde tem amigos, infância e toda uma vida que a define como pessoa.

Nos tempos livres Sílvia é uma fanática do fitness. “Fanatismo” esse que a levou a tirar o curso de personal trainer e cujo trabalho podem seguir aqui: @pt_silvia_azevedo_.

Sílvia sempre fez desporto na sua vida toda e não consegue estar parada. Treina sempre que pode e sempre que o corpo permite. Jogou futebol durante sete anos e tem muitas saudades da modalidade e do espírito de equipa.

Hospedeira de bordo de profissão, sempre a viram perfeita para o trabalho pela sua facilidade em falar inglês. No secundário formou-se em Línguas e Humanidades, passou por desporto e jornalismo na faculdade, mas não terminou nenhuma licenciatura por motivos pessoais.

Sílvia acabou por se entregar a um trabalho a tempo inteiro numa famosa cadeia de ginásios em Portugal, que lhe deu uma segunda casa e amigos para a vida.

A sua verdadeira paixão é desporto. Graças à aviação e por causa de estar fora de Portugal há 4 anos, leva já mais de 40 países visitados, mas apenas dois anos de trabalho devido à pandemia. “É um trabalho exigente e cansativo e o glamour é secundário”, afirma, acrescentando que exige muito do corpo e da mente; menciona que “customer service”, é o que compensa mais nos momentos de exaustão: a apreciação que, por vezes, recebe das pessoas, é uma grande realização pessoal.

Quanto regressar às origens tem a certeza que vai regressar a Portugal um dia. Independente e a viver sozinha desde os 19 anos, saiu de Portugal em busca de melhor qualidade de vida. Perdeu a mãe aos 11 anos e o pai aos 19 nos tendo crescido com a madrinha e a restante família.

Mas com a situação económica em Portugal e a viver sozinha, sente que nunca iria conseguir atingir o que consegue com este trabalho: viajar pelo mundo e fazer um pé de meia. Sabendo que tinha potencial para o trabalho, candidatou-se. Primeiro para a Ryanair, depois a Qatar Airways e finalmente a empresa onde se encontra atualmente.

Sílvia conclui dizendo que “a parte mais difícil duma vida aparentemente fantástica serão sempre as saudades. Tão difíceis que nem existe tradução para esta palavra em qualquer outra língua”.

@m_i_ss_portugal é mais uma história de @portugalnomundo.

TÓPICOS