De que está à procura ?

reinounido
Lisboa
Porto
Londres, Reino Unido
Reino Unido

Ataque em Londres: portugueses “continuaram a almoçar”

O ataque terrorista registado este domingo em Londres e que resultou em três pessoas feridas aconteceu a poucos metros de um restaurante português, mas a proprietária continuou a servir almoços normalmente, disse a própria à agência Lusa.

“O restaurante estava cheio e as pessoas continuaram a vir para almoçar. A rua está fechada ao trânsito, mas estamos fora do cordão de segurança”, afirmou Sandra Gomes, proprietária do restaurante La Casita.

O restaurante fica em Streatham High Road, na mesma rua e a menos de 50 metros do local onde um homem foi abatido pela polícia, alegadamente por ter esfaqueado três pessoas, uma das quais com gravidade.

Streatham é uma zona periférica no sul de Londres que atraiu muitos portugueses ou lusófonos nos últimos anos porque bairros como Stockwell e Brixton, que pertencem ao mesmo município de Lambeth, tornaram-se muito caros para residir.

A proprietária do restaurante La Casita admite que viver em Londres, onde se registaram vários ataques terroristas nos últimos anos, um dos quais no final de novembro e que resultou em dois mortos, leva os habitantes a olhar para este tipo de incidentes com normalidade.

“Já começa a ser normal, já estamos à espera. Pode acontecer em qualquer lado, não é apenas no centro”, admitiu Sandra Gomes à Lusa.

No local foi imposto um perímetro de segurança para a polícia enquanto decorrem as investigações.

As autoridades deram conta do incidente pouco depois das 15:00 horas, o qual declararam imediatamente estar relacionado com terrorismo.

Testemunhas contaram aos meios de comunicação social britânicos terem visto um homem com uma grande faca e latas coladas ao peito a ser perseguido por polícias à paisana na rua, e que o homem foi abatido a tiro.

“Uma pessoa está no hospital numa situação em risco de vida. Estamos no processo de informar a família. Uma segunda vítima foi tratada a ferimentos ligeiros no local antes de ser levada para o hospital. Uma terceira pessoa foi levada para hospital. Não está em risco de vida”, atualizou a Polícia Metropolitana de Londres pela rede social Twitter.