De que está à procura ?

reinounido
Lisboa
Porto
Londres, Reino Unido
Reino Unido

Simpósio sobre o futuro da língua portuguesa na Europa

A 8 de abril (sábado, das 10h00 às 17h00) decorrerá na Universidade de Lancaster, Reino Unido, um simpósio que pretende debater o futuro da língua portuguesa na Europa, e particularmente nos dois principais países de destino da emigração portuguesa: Reino Unido e França.

Oradores convidados:

– João Costa (Secretário de Estado da Educação)
– Tatiana Correia (Co-fundadora e directora do projecto Native Scientist)
– Adelaide Cristóvão (Coordenadora do Ensino de Português em França, Instituto Camões)
– Regina Duarte (Coordenadora do Ensino de Português no Reino Unido, Instituto Camões)
– Sara Belo Luis (Jornalista, editora executiva da revista VISÃO)
– Sofia Martinho (Leitora de Português, Universidade de Leeds)
– Márcia Fortuna (Adjunta da Coordenação do Ensino de Português no Reino Unido, Instituto Camões)

O programa científico abordará o panorama atual do ensino do português nas escolas e universidades do Reino Unido e França, procurando-se dar respostas às seguintes questões: Quais são os trends actuais? Quais são os desafios para o futuro do português nestes países? Qual o efeito do Brexit? Serão ainda apresentados casos de estudo sobre a promoção da língua portuguesa, nomeadamente o inovador projeto Native Scientist e a nova escola bilingue em Londres (Anglo-Portuguese School). O simpósio concluirá com uma Mesa Redonda (consulte o programa completo aqui).

A participação no simpósio é gratuita (e inclui almoço e coffee breaks) mas há um limite de 50 vagas. Clique aqui para se inscrever no evento e/ou no jantar. Mais informações aqui.

O evento é uma iniciativa da PARSUK (Portuguese Association for Researchers and Students) e conta com o apoio financeiro da Universidade de Lancaster.

A organização: está a cargo de Patrick Pereira Rebuschat (Professor Associado, Universidade Lancaster, Embaixador PARSUK Região Noroeste).

Acrescente-se que, segundo o Observatório da Emigração, mais de 2,300,000 portugueses vivem atualmente no estrangeiro, a grande maioria residente em países europeus.