De que está à procura ?

reinounido
Lisboa
Porto
Londres, Reino Unido
Comunidades

Protocolo com Metz quer abrir instituições francesas aos portugueses

O secretário de Estado das Comunidades Portuguesas, José Luís Carneiro, assinou um protocolo de cooperação com a cidade francesa de Metz e a Associação Cultural Portuguesa de Metz para “consolidar a abertura das instituições locais aos portugueses” esta quinta-feira.

“Este acordo visa consolidar a abertura das instituições locais aos portugueses que aqui se encontram há várias décadas e que têm dado provas de uma grande ligação cívica às instituições e aos valores de França”, explicou à Lusa José Luís Carneiro.

Este é o oitavo acordo – o quarto em França – estabelecido entre o Ministério dos Negócios Estrangeiros, um município onde há comunidades portuguesas e uma associação lusa para que, por exemplo, a Câmara Municipal “abra as portas do seu salão nobre, dos seus equipamentos culturais e recreativos para que os portugueses vivam e participem na agenda cultural, cívica e institucional do município”.

O secretário de Estado avançou, nomeadamente, que se está “a encetar o diálogo” com o Centro Pompidou-Metz para realizar uma semana dedicada a Portugal, no âmbito das comemorações do Dia de Portugal, informando que da parte do Governo “há toda a abertura para apoiar iniciativas que os portugueses aqui queiram realizar e as portas ficaram abertas por parte do diretor-geral da extensão do centro de arte contemporânea Pompidou”.

Esta quinta-feira, José Luís Carneiro visitou o Centro Pompidou-Metz e o centro de inovação artística e digital “Blida”, antes de assinar, ao final do dia, o protocolo de cooperação com a Câmara Municipal desta cidade que “tem uma dimensão cultural muito significativa”.

O governante destacou, ainda, que este tipo de protocolos pretende “garantir que os portugueses saiam de uma cultura um pouco mais fechada nas suas instituições associativas e entrem em diálogo com os autarcas e com os vereadores na vida coletiva destas cidades”.

Os anteriores protocolos possibilitaram, por exemplo, que em Pontault-Combault, nos arredores de Paris, a Câmara Municipal tenha colocado técnicos “a apoiar as iniciativas culturais, desportivas, recreativas e de apoio social às famílias portuguesas” e que o município de Wrexham, no Reino Unido, tenha “disponibilizado as suas instalações para a realização de permanências consulares”.

Na cidade francesa de Soufflenheim, na fronteira com a Alemanha, o protocolo assinado em abril do ano passado possibilitou o apoio municipal para a realização de uma exposição sobre os descobrimentos portugueses e outra sobre o centenário da Primeira Guerra Mundial, explicou à Lusa o Cônsul-Geral de Estrasburgo, Miguel Rita.

Por outro lado, este ano letivo vai contar com aulas de português, aos sábados, na sede da associação portuguesa, com o apoio da Câmara Municipal de Soufflenheim, que se dirigem a crianças dos 3 aos 7 anos, dos 7 aos 17 anos e para maiores de idade.

“Se isto correr bem este ano, para o ano, com a Coordenação de Ensino Português junto da Embaixada de Portugal em Paris, podemos vir a ter uma professora do Instituto Camões a expensas do Estado português a dar aulas de português em Soufflenheim”, concluiu o Cônsul-Geral de Estrasburgo.

Assinatura do protocolo entre o Ministério dos Negócios Estrangeirose o Município de Metz e a Associação Cultural Portuguesa de Metz em Metz

Publicado por BOM DIA em Quinta-feira, 13 de Setembro de 2018