De que está à procura ?

reinounido
Lisboa
Porto
Londres, Reino Unido
Reino Unido

Português que morreu no metro de Londres já foi identificado

O português encontrado morto numa estação de metro em Londres em Fevereiro foi oficialmente identificado como Marcos Gourgel, tendo o inquérito judicial ao óbito sido agendado para 12 de julho, anunciou o Tribunal do Coroner de Westminster, citado pelo jornal Público.

O sem-abrigo de 35 anos foi encontrado morto a 14 de fevereiro na estação de metro de Westminster, perto do parlamento britânico, após o alerta dado por elementos da equipa de contacto da autarquia, às 7h16, ao encontrarem o português sem respiração. “Infelizmente, apesar dos esforços de reanimação, ele morreu no local”, indicou então um porta-voz do Serviço de Ambulância de Londres.

O gabinete do secretário de Estado das Comunidades Portuguesas revelou que Marcos Gourgel “estava inscrito no consulado geral de Portugal em Londres desde 2008” e que tinha sido deportado para Portugal pelas autoridades britânicas em 2014. Uma segunda deportação, em 2016, aconteceu por “se encontrar ilegalmente” no Reino Unido, “sem que tivesse sido formulado qualquer pedido de apoio aos serviços consulares”.

Uma organização de apoio a sem-abrigo que trabalhou com Marcos Gourgel revelou na altura que tinha assistido o português recentemente e que este estava à procura de emprego, tendo como experiência anterior trabalho de modelo e de atendimento ao público.

“Ele era um nacional português que permaneceu no nosso centro de emergência por algum tempo e que estava a ter ajuda para encontrar um emprego”, indicou a Connection at St Martin’s, que informou ainda que “ele gostava de cantar e frequentava regularmente aulas de ioga”.