De que está à procura ?

reinounido
Lisboa
Porto
Londres, Reino Unido
Mundo

Papa pede aos católicos um Natal com atenção às necessidades dos outros

O Papa convidou os católicos de todo o mundo a preparar o Natal com atenção às “lágrimas e necessidades” dos outros, assinalando o início do tempo litúrgico do Advento, que antecede a celebração do nascimento de Jesus.

“A pessoa atenta é a que, no ruído do mundo, não se deixa dominar pela distração ou pela superficialidade, mas vive de maneira plena e consciente, com uma preocupação dirigida sobretudo aos outros: com esta atitude, apercebemo-nos das lágrimas e das necessidades do próximo”, disse, desde a janela do apartamento pontifício, após a recitação da oração do ângelus.

Perante milhares de pessoas reunidas na Praça de São Pedro, onde já se encontra a Árvore de Natal e está a ser montado o presépio, Francisco falou de temas centrais da proposta espiritual do Advento, a “vigilância” e a “atenção”.

“A pessoa atenta dirige-se também ao mundo, procurando combater a indiferença e a crueldade que estão presentes neles”, declarou, para “reconhecer tanto as misérias e as pobrezas de indivíduos e sociedades, como a riqueza escondida”.

O Papa falou das quatro semanas do Advento como um tempo para “verificar” o “desejo de Deus” e preparar o “regresso de Cristo”.

“Ele regressará a nós na festa do Natal, quando fizermos memória da sua vinda histórica na humildade da condição humana, mas vem para dentro de nós sempre que estamos dispostos a recebê-lo; e virá de novo no fim dos tempos, para julgar vivos e mortos”, acrescentou.

Francisco alertou para atitudes de desencorajamento e desilusão que são contrárias à “esperança” do Advento.

“Desejo a todos um bom domingo e um bom domingo de Advento”, concluiu o Papa.