De que está à procura ?

reinounido
Lisboa
Porto
Londres, Reino Unido
Desporto

Mónica Mendes antevê dificuldades com Itália e espera Moldova mais acessível

A defesa portuguesa de seleção feminina de futebol Mónica Mendes admitiu esta quinta-feira que espera um jogo complicado frente à Itália e uma partida mais acessível diante da Moldova, o duplo compromisso da fase de qualificação do Mundial2019.

“Não começámos da melhor maneira e temos que encarar estes jogos de maneira a conseguir pontos. São seleções completamente diferentes, mas a ambição tem que ser a mesma para ambos os jogos”, começou por afirmar, antes de explicar as diferenças entre as duas seleções.

Mónica Mendes considera que a partida com as moldavas será ideal para tentar marcar vários golos, mas alerta para eventuais surpresas.

“Vai ser um jogo que está claramente ao nosso alcance. Temos que estar a mais de 100% de maneira a conseguirmos um ótimo resultado. Quanto mais golos conseguirmos marcarmos será melhor para fazermos as contas mais tarde. Elas vão querer pontuar e vir a Portugal fazer uma ótima prestação”, argumentou.

No terceiro dia de estágio na Cidade do Futebol, em Oeiras, a defesa-central, que esta época representa as italianas do Brescia, revelou os conhecimentos que tem da seleção transalpina, uma vez que partilha o mesmo balneário no clube com sete adversárias.

“Elas [italianas] já sabem que têm de nos que respeitar, porque temos os nossos valores. São uma equipa muito competente como nós e vão querer ganhar. Individualmente são muito fortes, principalmente as atacantes. Uma equipa mais física e também muito técnica, mas vamos encarar o jogo cara a cara de certeza absoluta”, apontou.

Internacional por 35 vezes pela seleção principal de Francisco Neto, Mónica Mendes já passou por seis campeonatos, incluindo o português, mas é em Itália que tem “crescido” mais, onde destaca o nível muito competitivo.

“A experiência está a ser muito enriquecedora. É uma grande equipa [Brescia] de Itália. Neste momento estamos em primeiro e ganhamos a supertaça. Tem-me ajudado muito a crescer dentro de campo e fora também. Tem sido um sitio muito bom para mim. O campeonato italiano é muito forte, com jogadoras muito ambiciosas”, revelou.

Na sexta-feira, Portugal defronta a Moldova, no Estádio do Bonfim, em Setúbal, e quatro dias depois, no Estádio António Coimbra da Mota, no Estoril, enfrentará a Itália. Ambas as partidas estão marcadas para as 17:00.