De que está à procura ?

reinounido
Lisboa
Porto
Londres, Reino Unido
Lifestyle

Filme português é êxito nos cinemas russos

“Uma vida sublime” de Luís Diogo e produzido em conjunto com António Costa Valente, estreou, a 18 de outubro, nos cinemas da Rússia.

Após ante-estreias em Moscovo e São Petersburgo, com salas cheias e sessões muito participadas, é agora tempo de o filme percorrer várias cidades deste imenso país.

Entretanto, esta longa-metragem de Luís Diogo acaba de receber o “Diploma Especial” da “Associação Russa de Críticos de Cinema” pela “Persuasão e charme de um realismo impressionante”.

Este foi um dos dois prémios atribuídos por esta associação entre os 10 filmes a concurso no Bridge of Arts, International Motivational Film Festival, que decorreu em Rostov, Rússia, entre 10 e 15 de Outubro, e onde o presidente do Júri oficial foi o ator Eric Roberts, irmão de Julia Roberts.

Com esta distinção, o filme atingiu 26 prémios, em 43 festivais, encontrando-se nomeado para mais alguns eventos internacionais, que deverão acontecer nos próximos meses. “Este é já um dos filmes mais premiados do cinema português”.

Esta estreia na Rússia teve lugar em mais de 20 salas de cinema, nas cidades de Moscovo, São Petersburgo, Rostov-on-Don, Saratov, Novosibirsk, Perm, Yekaterinburg, ou seja, um pouco por toda a Rússia, desde a capital à Sibéria, passando pelos montes Urais. Na Bielorússia o filme irá estrear na capital, Minsk.

Com produção conjunta da Filmógrafo e Cine Clube de Avanca, esta longa metragem foi filmada em parte durante o Festival de Cinema AVANCA 2016, integrando o projeto “Creative Film Workshops”, tendo sido igualmente filmada em cidades como Castelo Branco, Paços de Ferreira, Porto e Santo Tirso.

O filme conta a história de um médico que tem uma “vida sublime” mas para quem a tristeza é verdadeiramente um problema. Inesperadamente usa métodos radicais na esperança de voltar a injetar de vida pessoas que, segundo ele, já não a desfrutam.

Este filme é protagonizado, para além de Eric da Silva, por Rui Oliveira e pela atriz Susie Filipe que é também baterista da banda “Moonshiners”.​