De que está à procura ?

reinounido
Lisboa
Porto
Londres, Reino Unido
Desporto

Bruno Fernandes volta atrás na rescisão e permanece no Sporting

O futebolista internacional português Bruno Fernandes vai continuar no Sporting, com um novo contrato válido até junho de 2023, depois de ter avançado com a rescisão do seu vínculo com os ‘leões’, foi anunciado esta terça-feira.

Em comunicado enviado à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM), a SAD do Sporting dá conta do novo contrato com o médio de 23 anos, que tinha chegado ao Sporting no início da época passada, proveniente dos italianos da Sampdoria, por 8,5 milhões de euros, com a duração de cinco temporadas e uma cláusula de rescisão de 100 milhões de euros. Antes, tinha vestido as camisolas de Novara e Udinese.

Bruno Fernandes afirmou que optou por regressar ao Sporting por terem sido garantidas melhorias na segurança da Academia, em Alcochete, e que, apesar de ter assinado novo contrato, manteve as condições salariais inalteradas.

“O ordenado foi melhorado pelo meu empresário, mas rejeitado por mim. Voltei com as mesmas condições. Se fosse pelo facto financeiro, não estaria aqui. Se sair um dia, quero sair pela porta grande. Tive propostas muita mais vantajosas a nível financeiro. Não foi falta de clubes interessados que fiquei no Sporting”, afirmou Bruno Fernandes.

O médio de 23 anos falava aos jornalistas no Estádio José Alvalade, em Lisboa, com o presidente da SAD ‘leonina, Sousa Cintra, a seu lado, na conferência de imprensa que marcou o regresso do internacional português ao clube, meses após ter rescindido devido aos incidentes que sucederam na Academia, em maio.

“Foi-me garantido que o clube está a trabalhar para melhorar a segurança. Que está a trabalhar para dar segurança a mim, à minha família, a todos. Voltei porque o projeto desportivo continua o mesmo, porque me sinto feliz aqui, sinto-me em casa, e porque o Sporting quer escrever uma nova página”, disse.

Bruno Fernandes admitiu que os incidentes na Academia “deixaram marcas” e que vai ser “difícil” o regresso aos treinos, algo que o tempo irá ajudar a melhorar.

“Vou ter de reviver aquilo que aconteceu, mas são estas situações que nos fazem crescer. Tenho de ser forte psicologicamente. Não interessa de quem foi a culpa. Isso acabou. O Sporting está a virar a página e eu acredito que essa página poderá ser muito boa e importante para o clube”, referiu.

O jogador formado no Boavista desvalorizou ainda as eleições para os órgãos sociais do clube, agendadas para 08 de setembro, e o possível regresso de Bruno de Carvalho à presidência do emblema lisboeta.

“Não estou preocupado com isso. Estou preocupado com o Sporting, com a pré-época, independente de quem vier para ser presidente”, frisou.

Bruno Fernandes, que esteve ao serviço de Portugal no Mundial2018, acrescentou que já falou com José Peseiro e mostrou-se disponível para encurtar as férias, caso seja o desejo do técnico ‘leonino’.

Por seu lado, Sousa Cintra apontou o regresso de Bruno Fernandes como uma “prioridade” e destacou as qualidades “futebolísticas e humanas” do internacional português.

“Foi o melhor jogador da última época da I Liga. É um jogador essencial para o Sporting. Teve um comportamento exemplar neste processo, pela forma como quis regressar e ajudar o Sporting a ser campeão. Não quis que o ordenado fosse aumentado. É um grande homem, uma grande líder”, disse o presidente do Sporting.

Bruno Fernandes assinou um novo contrato até 2023.